Skip to main content

/node/197

Como anda a sua saúde mental?

Publicado em 27/01/2020 - 15:01

No Brasil, cerca de 5,8% da população sofre de algum tipo de depressão, o que afeta diretamente a qualidade de vida das pessoas, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Com este cenário, falar sobre a saúde mental se torna fundamental para nossa sociedade, pois ela é a principal responsável pelas nossas emoções e sentimentos. 

O que significa cuidar da saúde mental?

Além de ossos e músculos, nós também somos feitos de conteúdos psicológicos. Todo o nosso contexto de vida tem relação direta com a nossa mente. Portanto, ter saúde mental significa estar bem consigo mesmo e com os outros, encarar as exigências da vida, saber lidar com as boas e desagradáveis emoções, além de aceitar seus limites. 

O objetivo é buscar um estado de consciência em que prestamos atenção ao momento presente, sem remoer o passado ou nos preocupar demasiadamente com o futuro.

Hábitos para uma qualidade de vida

Alguns hábitos são essenciais na busca por este objetivo e também por uma boa qualidade de vida. Os principais são:
o que fazer

Aceitar seus defeitos e limitações, e também evitar pensamentos ruins, são essenciais para a saúde mental. Estudos mostram que o ser humano emite até 60 mil pensamentos por dia e 70% deles são negativos. Apesar da maioria ser bloqueada por nosso senso crítico, há quem se apegue a eles, tornando a negatividade uma característica predominante.

Nesses casos, é importante ficar atento, pois essa situação aumenta a possibilidade de doenças como depressão. 

Sinais de atenção

Alguns sinais de alerta para o surgimento desses problemas emocionais são:


sinais

Caso você se identifique com um desses sinais, procure um médico. Ele irá realizar os exames necessários e lhe dará todas as orientações úteis. 

As doenças mentais não são fruto da imaginação e a pessoa atingida não escolhe ter. É importante lembrar  também que cada um é afetado de uma forma diferente, ou seja, não há uma “receita de bolo” para o tratamento. A melhor maneira de se cuidar é procurar um profissional da área de saúde mental, como um psicólogo ou terapeuta.

Quem decide por isso, por outro lado, pode ficar com muitas dúvidas iniciais sobre como procurar uma terapia. Neste caso, o melhor caminho é buscar indicações com contatos e ouvir as impressões de quem já passou ou está passando pelo processo. É recomendável também conversar com profissionais antes de decidir quem conduzirá a terapia. O importante é não deixar de buscar apoio. 

rodape